Documentário “American Juggalo” retrata os 4 dias de festados fãs da dupla Insane Clown Posse

juggalos

Li no With Lasers que o FBI acaba de decretar que os “Juggalos” tem comportamento de gangue e são uma ameaça.

Vamos lá, que porra é um Juggalo? Bom, são fãs da dupla de hip hop Insane Clown Posse, que se reúnem todo ano por quatro dias num festival conhecido como Gathering of the Juggalos. A primeira vez que li sobre o assunto foi numa matéria da revista Inked. Sean Dunne foi até o festival descobrir quem são esses fãs que se dizem uma família. O o resultado você confere no documentário abaixo.

American Juggalo from Sean Dunne on Vimeo.

-Outras notícias sobre música
-10 músicas clássicas do rap nacional

O Melhor de Drummond de Andrade – Assista entrevistas e poemas recitados pelo poeta mineiro

Sabadão sempre rola sessão de cinema aqui no Punk Brega. Hoje é dia de assistir uma série de vídeos muito legais do maior anjo torto da poesia, Drummond de Andrade.

-Mais poesias para você ler
-Documentários alternativos

Drummond-de-Andrade

O maior poeta do Brasil, Carlos Drummond de Andrade

Três acordes de Cólera – Documentário conta história da banda punk paulistana

Caricatura da formação clássica da banda Cólera

Caricatura da formação clássica da banda Cólera

Documentário “Três acordes de Cólera” foi feito pelas alunas Paulinha Harumi e Thais, da PUC, em 2005, como TCC. Depois de passar na TV Puc, foi disponibilizado no Youtube e serve como homenagem ao vocalista Redson que faleceu este ano.

-Conheça o disco clássico “Pela Paz em Todo Mundo” do Cólera
-Mais documentários rock ‘n’ roll

História do rock no Rio Grande do Sul – Documentário

Pessoal, uma dica bem legal, esse documentário de 1986 conta a (pré)história do rock gaúcho. Pra quem se interessa pelos bastidores do rock do Rio Grande do Sul (e do rock brasileir) vale muita a pena

Mais rock ‘n’ roll no nosso Twitter: @punk_brega

Veja também:

– 5 grandes bandas gaúchas

-Entrevista exclusiva com Wander Wildner

Documentário reúne cenas históricas de Iggy Pop and the Stooges

Em nossa sessão semanal (vamos tentar manter esse ritmo, ok?) de cinema, nós trazemos pra você esse mini-documentário com cenas raras e FODAÇAS de Iggy Pop e os Stooges estraçalhando palcos EUA à fora nos anos 70. Dá pra entender porque o iguana mudou a vida de tanto moleque rebelde e pariu o que a gente chama de punk rock. Assistam o vídeo e parem de ler essa merda.

Quer ler mais sobre punk rock?

Siga a gente no Twitter em:@punk_brega

Dinner With Henry Miller – Documentário (1979)

Sexta-feira, nossa sessão de cinema garimpa documentários perdidos na imensidão da web

Achado pelo garimpeiro cultural @ricardolombardi, esse documentário dirigido por Richard Young e John Chesko, em 1979, traz ele – Henry Miller, o escritor que todos nós amamos – comendo, sendo “entrevistado” pela gatíssima última mulher Brenda Venus e falando sobre a vida. Parece chato? Bom, o que pode parecer besteira quando falamos de outros escritores, é justamente o filé mignon da obra de Henry Miller. Em seus livros, as empolgantes elocubrações sobre a vida cotidiana fazem do homem comum o herói de uma jornada instigante.
-Documentário retrata vida e obra de Crumb

Confesso que ainda não assisti o documentário inteiro, mas o que vi já deu água na boca.

Mais sobre Miller:
– Resenha do livro “Sexus”
-“Trópico de Câncer”: o grande clássico de HM

Fiel aos prazeres da carne até o final

Crumb, Terry Zwigoff

Sexta-feira: trailers, vídeos e besteirol na TV Punk Brega

Uma breve história da América – Trecho do filme “Crumb”

Esqueça a imagem de um hippie doidão chefiando a psicodélica HQ “Zap Comix” nos loucos anos 60. Crumb era um jovem feio e esquisito, espancado pelo pai (que quebrou sua clavícula quando ele era um moleque de 5 anos), criado por uma mãe viciada em anfetaminas e rodeado de dois irmãos malucos – um que se suicidaria um ano depois das gravações do filme e outro pego molestando mulheres asiáticas. Desse ambiente fantasmagórico, que se parece uma versão de comercial de margarina estrelada por zumbis é que sai o gênio dos quadrinhos Robert Crumb. E – supresa geral – um gênio dos quadrinhos de HUMOR.

Sempre me perguntei o que tinha levado o quadrinista a ilustrar o livro póstumo do Bukowski – “O Capitão saiu e os marinheiros tomaram conta do navio”. Depois de ver este documentário não restaram dúvidas. A infância dos dois, tão similar em sua série de desgraças, a arte usada como fuga, a relação complicada com as mulheres e a sensação de impotência diante delas convertida em fantasias de dominação…  A história desses dois perdedores parece uma trágica repetição.

Produzido por David Lynch e dirigido por Terry Zwigoff, “Crumb”, de 1994, detalha a infância e adolescência e escancara as taras sexuais do pai de “Fritz, the Cat” e “Mr Natural”. Sua vida em família é mostrada, suas obras analisadas por críticos e trechos dos quadrinhos expostos. Também são exibidas diversas cenas do processo de trabalho do artista que converteu o “Gênesis” para os quadrinhos.

Reconsidere seu conceito de humor negro ao ver Robert contando aos risos que seu irmão confessou ter se controlado na infância para não lhe enfiar uma faca no coração. (Isso com o irmão chapado de antidepressivos na sua frente.)

Crumb: um nerd obcecado por mulheres voluptuosas

-Mais sobre quadrinhos

Graforréia Xilarmônica – Documentário “Erga-te”

Graforria+Xilarmnica+grafo

Documentário sobre a banda gaúcha “Graforréia Xilarmônica”, desenterrado pelo amigo celebrindie Bruno Dias. Confesso que gosto mais do lado pop/jovem guarda dos caras do que das experimentações atonais/dodecafônicas que eles metem no meio dos arranjos, mas resisti à qualidade baixa do vídeo no Youtube pra entender mais do rock dos pampas.

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Parte 5

Parte 6

Parte 7

-A história do rock no Rio Grande do Sul

Hardcore 90 – Uma História Oral

-Quer ler mais sobre punk rock?

Descobri, lendo o Zona Punk, um projeto de documentário bem legal que o Marcelo Fonseca está tocando. Trata-se de “Hardcore 90 – Uma história Oral”, que pretende contar a história do hardcore brasileiro nos anos 90(de 1989-2000). É segunda geração do punk tupiniquim, depois que Ratos de Porão e Cia abriram as portas pro estilo a coturnados nos anos 80.

Street Bulldogs - um dos destaques dos anos 90

 

Vivi um pouco dessa época quando estava começando a tocar(tive bandas punk entre 1999-2002, comecei a ouvir o estilo lá por 97). Lembro de baixar músicas do Blind Pigs e Gritos de Ódio na net, assistir um show do Mukeka di Rato em Bauru, e esperar ansioso que meu amigo Marcão trouxesse os últimos discos do Dead Fish, Street Buldogs e Gritando HC direto da Galeria do Rock, em São Paulo. Galeria que pra gente era a Dineylândia punk, o sonho de todo moleque roqueiro que se escondia no meio do mato.

Abaixo separei duas entrevistas feiras pelo Marcelo para o documentário. São de membros de duas bandas que, apesar de bem diferentes, eu ouvi bastante na época. Eles falam sobre os primeiros shows e a Verdurada

Túlio(DFC)

Leonardo Kobbaz (Street Buldogs)

Guidable – Documentário sobre o RDP

entradaFui conferir a pré-estréia de “Guidable” junto com o @brunodias, do site Urbanaque e da Abril.com. Lá estavam Ariel(ex-Restos de Nada, ex-Inocentes e Invasores de Cérebro), Clemente(Inocentes, Plebe Rude e ex-Restos de Nada), vários ex-integrantes do Ratos de Porão e um monte de punks das antigas.O pessola do CQC também estava lá. Teve até coquitel, olhe só, com salgadinhos fritos e cerveja barata, para manter o espírito punk.

O documentário mostra o Ratos nu e cru, fazendo um contraponto com “Botinada” do Gastão Moreira, que mostra a galera do movimento punk sentada e comportada, falando mais sério. Aqui drogas, vagabundagem e tretas aparecem sem pedir licença em meio a turnês pela Europa, apresentações no programa do Gugu e shows pelo undeground brasileiro. Pra quem curte rock ‘n’ roll vale sentar a bunda na cadeira e assistir.

– Entrevista com João Gordo

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...