5 melhores músicas de (dor de) corno

Com a licença do mestre @xicosa, Punk Brega elege as 5 melhores músicas da corneira nacional.

5)”A Maçã” – Raul Seixas
O genial Raulzito é autor dessa “melô do corno manso”, em que – ao contrário do Rei Roberto e de Roger do Ultraje – ele condena o ciúme e diz “Sofro, mas eu vou te libertar”.

4)”Me dê motivos” – Tim Maia
A música não foi composta pelo Tim Maia, mas o monólogo cravado por ele na introdução já vale o lugar nessa lista:
“É engraçado, ás vezes a gente sente fica pensando
Que está sendo amado, que está amando e que
Encontrou tudo o que a vida poderia oferecer
E em cima disso a gente constrói os nossos sonhos
Os nossos castelos e cria um mundo de encanto, onde tudo é belo
Até que a mulher que a gente ama, vacila e põe tudo a perder
E põe tudo a perder…”

3)Ronda – Paulo Vanzolini
Vanzolini, um dos maiores compositores de sambas paulistas, ficou famoso por essa dor de corno “com alma feminina” gravada, entre outras, por Maria Bethânia. Dor de corno com sangue no final.

2)”Nervos de Aço” – Lupicínio Rodrigues
Lupicínio Rodrigues é o rei das canções de “dor de cotovelo”. Nervos de Aço é  mais clássica delas. Avó de “Garçom” do Reginaldo Rossi, mas muito mais classuda, foi também gravada por Paulinho da Viola. Supostamente, é baseada em fatos reais.

1)”Garçom” – Reginaldo Rossi
Clássico dos clássicos, grande hino brega, relata a história do cara cujo grande amor vai se casar e mandou uma carta pra lhe avisar. Abaixo a história “apócrifa” da música.

Bônus Track: “Balada do Corno” – Milhouse
Essa música foi originalmente composta por Wando Ramone e Waldick Cavalera da banda de punk brega Cuecas Rosas. É pouco conhecida, mas serve como um hino da auto-ajuda corna com seu terapêutico “Atire a primeira pedra quem nunca sofreu/quem nunca foi corno assim como eu/nunca foi traído”.

Videoteca do Brega – “Garçom” (Reginaldo Rossi): a melhor letra de dor de corno do mundo

– Acompanhe aqui grande clássicos da música cafona na “Videoteca do Brega“.

“Garçom” ao vivo

Quando fui universitário em Bauru, eu tocava baixo numa banda chamada “Cuecas Rosas“. A ideia era fazer versões punk e rock n’ roll de clássicos da música brega brasileira. Nos shows, a gente chamava Wando e Reginaldo Rossi de maiores compositores da música brasileira. Maiores que Chico Buarque. Era provocação, mas no caso de “Garçom” de Reginaldo Rossi a coisa não era só escracho. Acho esse letra o melhor que já escreveram sobre dor de corno… NO MUNDO É realista, bem-humorada e conta uma história como poucos. A frase “eu sei que estou enchendo o saco, mas todo bebum fica chato” é antológica. Rossi (nascido em Recife, em 1944) é aclamado como Rei do Brega, mas acho pouco. Ele está longe de ser só um “Falcão”, uma piada, ou apenas um ex-imitador de Roberto Carlos. Suas letras (como “Raposa e as uvas”) deviam ser levadas mais a sério, seu carisma no palco é inegável e os shows no norte e nordeste continuam lotados. Os “mangueboys” de Recife gravaram um bom tributo ao Rossi, que você pode ouvir aqui.Tem Mundo Livre, Lenine, Otto, Zé Ramalho, Devotos… Uma pequena homenagem pra uma grande obra.

Assista também:
-Lindomar Castilho canta “Eu vou rifar meu coração”
-Relembre “Uma vida só” de Odair José
-Fernando Mendez ficou famoso por cantar uma menina na cadeira de rodas

“Garçom” versão original

Letra de “Garçom”
Garçom! Aqui!
Nessa mesa de bar
Você já cansou de escutar
Centenas de casos de amor…

Garçom!
No bar todo mundo é igual
Meu caso é mais um, é banal
Mas preste atenção por favor…

Saiba que o meu grande amor
Hoje vai se casar
Mandou uma carta pra me avisar
Deixou em pedaços meu coração…

E pra matar a tristeza
Só mesa de bar
Quero tomar todas
Vou me embriagar
Se eu pegar no sono
Me deite no chão!…

Garçom! Eu sei!
Eu estou enchendo o saco
Mas todo bebum fica chato
Valente, e tem toda a razão…

Garçom! Mas eu!
Eu só quero chorar
Eu vou minha conta pagar
Por isso eu lhe peço atenção…
Saiba que o meu grande amor
Hoje vai se casar
Mandou uma carta pra me avisar
Deixou em pedaços meu coração…

E prá matar a tristeza
Só mesa de bar
Quero tomar todas
Vou me embriagar
Se eu pegar no sono
Me deite no chão!…

Saiba que o meu grande amor
Hoje vai se casar
Mandou uma carta prá me avisar
Deixou em pedaços meu coração…

E pra matar a tristeza
Só mesa de bar
Quero tomar todas
Vou me embriagar
Se eu pegar no sono
Me deite no chão!

Reginaldo-Rossi-Cheio-De-Amor

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...