Memórias Inventadas – A infância, Manoel de Barros ****

-Outras resenhas de livros



Livro de prosa poética que abre com a frase “Tudo que não invento é falso” é a primeira experiência completa do poeta longe dos versos. Os pequenos contos, ilustrados pela pintora e filha, Martha Barros, reinventam a infância do autor, carregada de lirismo, nos levando a descoberta da poesia, dos animais e da sexualidade e provando que nosso quintal é maior que o universo.

Destaque também para os “achadouros de meninos”, aonde o autor desenterra momentos de sua pequenez. O livro tem um formato bastante inusitado: as páginas vêm soltas, levemente amarradas por um lacinho, dentro de uma caixa de papel.

Dica da amiga Fabiane Zambon

-Quer ler poesia?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...