Dos gênios e dos astros só compartilho o fracasso – Fred Di Giacomo

-Mais poesias

Bukowski bebe no meio de uma entrevista

Bebi tanto quanto Bukowski
Mas não escrevi nada próximo a ele
Carrego o pavor de aviões do Scorsese
Mas isso não me fez filmar como ele
Tive as taras e fetiches de Crumb
Mas nunca desenhei como ele
Tenho o toque e o pânico do Rei
E nunca encantarei como ele

Dos gênios e dos astros
Só compartilho os defeitos e o fracasso
Suas qualidades
Eu passo.

08/2010

Meu plano maquiavélico é transformar o Punk Brega no depósito dos meus rabiscos, contos e poesias. Quem cair aqui por acaso será obrigado a se defrontar com essas porcas linhas. Vou diminuir o ritmo de publicação das matérias, listas e resenhas. Esse poema faz parte do livro que terminei de escrever agora “O melhor de mim mesmo“.

Leia também:
-Dos heróis de hoje
-Insônia

publicado originalmente em 23 de Janeiro de 2011

O ombudsman do universo lança as dores do mundo ao mar

Todas as histórias tristes
Que botaram nas minhas costas para carregar
Queria deixar
No mar
E que, como lágrimas de desengano,
Elas passassem também a ser
Oceano

Às vezes choro nos ombros alheios, mas muitas vezes meus ombros pesam, por servirem como Ombudsman do universo. Alivio a tensão neste bloguinho e seus textos chorões e seresteiros. Mais disso no livro ainda não publicado “O Melhor de mim mesmo“.

foto by @freddigiacomo

Veja também:

-Compre meu livro “Canções para ninar adultos”

– Leia mais poesias
-Conheça “Gaiola” da Banda de Bolso 

 

Publicado originalmente em 23 de Outubro de 2011

Desenhar com palavras – Poeminha

-Compre meu livro “Canções para ninar adultos”

Desenhar com as palavras
Quisera eu
Desenhar com as palavras
Num jorro criativo
Da força de um Manara

Quisera eu
pintar com minha guitarra
Como Crumb com nanquim
Mais cruel que Che Guevara

Quisera eu
Ter nascido cigarra
deixar de ser formiga
Pra pintar a nossa saga.

08/2010

Mais um poeminha que quero um dia publicar num livrinho com nome, mas sem editora, chamado “O melhor de mim mesmo”. Sigam-me os bons em @freddigiacomo.

 

Arte do mestre Milo Manara

 

publicado originalmente 4 de Fevereiro de 2012

Pequena (Corpos Entrelaçados)

publicado originalmente 11 de Abril de 2011

Daqui
De perto
Você parece outra
Seu rosto uma nação
Seu olhos prismas
Multicolores
Sua respiração
Um mantra
que me acalma
repetidamente
Em sintonia com
o ritmo deste tambor
… Seu coração

Daqui
De perto
Você parece outra
No breu
Seu contorno fundido
No meu
Silhuetas bailam

Daqui
De perto
Você parece outra
Mais minha
Garota

Cena do filme "Perdas e Danos"

Esse poeminha de amor e sexo foi escrito por Fred Di Giacomo, autor do livro de contos “Canções para ninar adultos”

Veja também:
-Quer comprar meu livro?
-Dos gênios e dos astros eu só compartilho o fracasso
-Conheça o meu primeiro livro
-Curte contos e crônicas? Leia alguns aqui!

 

 

Pin Up Way of Life

A pin up que decora meu banheiroPoesia e foto do @freddigiacomo

Pin up Way of Life
Minha gata anda carne e osso – mais carne do que osso
Minha musa anda – tléc tléc – Largo da Batata, Leblon, mulher colosso
Tléc, tléc – de salto Anabela, plataforma, sandalinha ou All Star
Tléc, tléc – só não vai de salto fino, porque a nega tem que andar

Unhas vermelhas, pés pequenos, pernas fartas
Dos meus dedos fortes ficam roxas as marcas
Seu seios são duas montanhas que escalo
Roberto Carlos canta, cavalgo cavalo

Minha gata está viva! Sim, viva e corada
A anoréxica modelo não a lembra em nada
Cadáver ossudo, pele pálida,olhos mortos
Não!Seu corpo tem curvas, seus caminhos são tortos

Minha musa não é top model; é pin-up
Minha musa não é madrinha da bateria; é destaque
No meio da ala, seios fartos e nus – samba de verdade
Seu corpo todo exala perfume, me enche de vontade

É a rainha do povo, rosário da nação
Dos bebuns do boteco, dos operários na construção.
Enche meus olhos, meus desejos perversos
Me inspira a rima, colore meus versos

Essa poesia faz parte do livro ainda inédito “O melhor de mim mesmo“. Exija nas melhores editoras 😛 

-Fotos de gatas pin ups

publicado originalmente 13 de Novembro de 2011

-Compre meu livro “Canções para ninar adultos”

– Leia mais poesias
-Conheça “Gaiola” da Banda de Bolso 

 

Autoajuda Zen

Procurar a felicidade plena
É um dever do homem
Pra vida valer a pena

@freddigiacomo tenta equilibrar punk e zen – sem sucesso, nós sabemos – em poeminhas reunidos no livro virtual “O melhor de mim mesmo“. Influências óbvias de Paulo Leminski e beat generation, mescladas com acordes de Ramones e Garotos Podres são suas armas pra transformar o tédio em combustível.

-Dos gênios e dos astros só compartilho o fracasso

-Tem um Drummond no meio do caminho

Vida e morte de uma pedra

-Prove mais um bocado de nossas poesias

Lá ficou, intacta.
Sob carícias de ventos e tempestades
Por milhares de anos
Até que o tempo – invisível
A transformasse em areia
E o ar a carregasse para o infinito…
Poeira.

@freddigiacomo escreve, escreve e enche com seus escritos o livro ainda inédito “O melhor de mim mesmo”. Exija nas melhores editoras! 😛Restos de Roma, by @freddigiacomo

Das possibilidades abortadas

Eu poderia ser mais generoso,
Mais gentil
Mais descritivo
Mais reto

Mais correto

Poderia ser mais educado
Mais refinado
Mamãe ia gostar um bocado

Ser mais fraco
Ter mais asco
Mas decidi ser só

                        um chute no saco

 

Chute_nas_Bolas_by_MaKaM

-Mais poesias

Fred Di Giacomo é jornalista multimídia e autor dos livros “Canções para ninar adultos” e “Haicais Animais”. Ele insiste em escrever poesia há anos. Esse pequeno atentado aos testículos alheios faz parte do livro inédito “Poemas para quem não gosta de poesia”.

Leia também:
-Tem um Drummond no meio do caminho
-Dos orgasmos que pintei

Tem um Drummond no meio do caminho

Tudo o que escrevo, Drummond já pôs na estante
Tudo o que penso, Drummdond já pensou antes
Tudo que eu crio, Drummond já descartou
Tinha uma pedra no caminho, mas o safado já chutou!

-Mais poeminhas do Fred

Fred Di Giacomo apresentando Bukowski pro Drummond

Fred Di Giacomo apresentando Bukowski pro Drummond

Fred Di Giacomo é jornalista multimídia e autor dos livros “Canções para ninar adultos” e “Haicais Animais”. Ele toca, também, na Banda de Bolso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...