>Lista de filmes do fim de semana gripado

>Quem segue meu twitter – @freddigiacomo – sabe. To gripadaço. Começou na terça(1) à noite com uma dor de garganta chata e na quarta já era febrinha de 37 graus que não chegou a 38, mas tá difícil de ir embora. Já estou melhor. No pior do negócio não dava vontade nem de sentar no computador e escrever. Era só ficar na cama jogado, sentindo como se o corpo tivesse uns 100kg. E torcendo para não aparecerem as tais das dores no peito, febre de 39 graus e vômito.

Tá, mas chega de drama. Ficar gripado em tempos da suína pra um hipocondríaco como eu é um parto, mas vocês não têm nada a ver com isso. O que eu fiz de produtivo nesta semana na cama(e isso incluiu cancelar minha viagem pra Penápolis no feriado) foi ver o máximo de filmes, séries e livros que eu pudesse. Basicamente isso rolou no fim de semana, porque no resto do tempo eu era um zumbi fanho. Vamos lá.

-Filmes

1)Brüno (2009), de Larry Charles
Olha, eu endosso o time dos que acharam o filme sem graça. É um Borat piorado, com a mesma premissa(minoria estereotipada sai de um país considerado “exótico” onde ele era uma celebridade para ganhar a vida na América) só que com piadas piores e sem o mesmo impacto. Sacha Baron Cohen vai precisar se reinventar se quiser continuar relevante

2)Death Proof(2007), de Quentin Tarantino
O descaso foi tanto, que acho que esse filme nem foi lançado no Brasil. É o episódio dirigido pelo Tarantino no projeto “Grindhouse”, que ele tocou em parceria com Robert Rodriguez(“Sin City”). Inspirado em filmes de terror dos anos 70, e tratado como um Tarantino menor, ele é sexy, divertido, tem uma direção de arte maneira, e mulheres fodonas, bem melhores que do megahypado “Kill Bill”

3)Juno(2007), de Jason Reitman
“Comediendie” lançada no Brasil em 2008, narra as dificuldades de uma adolescente de 16 anos, Juno, que engravidou na primeira vez que transou com seu melhor amigo. Recheado de citações de cultura pop(punk, grunge, quadrinhos e filmes de terror) segue a linha que consagrou “Pequena Miss Sunshine”.

4)Se beber, não case(2009), de Todd Phillips
Sucesso de bilheteria nos EUA, traz 4 amigos que vão para Las Vegas comemorar a despedida de solteiro de um deles. No dia seguinte, o noivo desapareceu e ninguém se lembra do que aconteceu. Os 3 sobreviventes vão ter que lembrar passo a passo o que fizeram para encontrar o noivo antes do casamento.


-Séries

Com a TV ligada na Warner, aproveitei pra finalmente assistir Two and Half Men – e dar o braço a torcer, apesar de ser uma comédia simples, é muito boa – descobrir As Novas Aventuras da Velha Christine e ver mais dois episódios de Friends.

-Livro

“Grande Sertão: Veredas” é uma epopéia de 624 páginas e linguagem ricamente trabalhada por Guimarães Rosa. Nos momentos que a febre deu uma trégua, aproveitei para adiantar umas 200 páginas da saga de Riobaldo e Diadorim. Ainda faltam mais de 100, quem sabe até o final do mês eu acabe…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.